30 de janeiro de 2009


DEPOIS DO AMOR...

Enquanto repousas
Sobre meu corpo saciado,
Percorro teu corpo suado
Com dedos leves e toques sutis
A te agradecer por ser tão feliz!

Enquanto madornas,
Sinto tua respiração ardente
E as batidas de teu coração cadente...
Então, te digo coisas que não ouves
E te falo de sonhos que nunca soubes...

Enquanto descansas...
Depois de nosso amor louco,
Forte e suave, de tudo um pouco,
Satisfeita e agradada, desperta proponho...
E no beijo te enalteço, te amo, te sonho!

Enquanto viajas,
Entre o prazer e o cansaço,
Cuido de ti e te envolvo em meus braços...
Sorrio das lágrimas, te faço poesia,
Na espera que a noite possa ver o dia...

E, enquanto tu vais...
Eu fico! Mas, não sós...
Corpo e alma não se separam jamais!
Quando partes, me leva contigo...
E, quando não vou... ficas comigo!

Telma Moreira

7 comentários:

  1. Telminha,quanta inspiração!
    Esse coração deve estar amando D+++
    Um xeiro poetisa xonada

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Deliciosos os seus poemas minha amiga, cada um mais envolvente e lindo que o outro, certamente eu voltarei a visitar esse seu cantinho lindo...beijinhos

    Glorinha Gaivota

    ResponderExcluir
  4. Lee...querida! Amando sempre, sem amor o coração adormece e o meu vive acordado, como eu! rss... Seu carinho é um mimo que nunca dispenso! Beijos perfumados...como você!

    ResponderExcluir
  5. Glorinha...volte sempre! Seus vôos dão mais graça a esse espaço... Obrigada pelo carinho e sua atenção, amiga poeta! Beijos muitos...

    ResponderExcluir
  6. Qta leveza nessa poesia que nos leva por mares sempre navegados e tão surpreendentes...
    Qta doçura nas mãos dessa poeta que desnuda o amor e nos mostra a sua verdadeira face...

    Amo vc!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Aninha... Amar você é amar a mim mesma... somos rimas de mesmo poema, cifras de igual melodia... Somos feito pares... bater de asas, esquerda e direita, em harmonia de um arranjo... Somos duas versões... Na sua, cabe todas as perfeições!

    ResponderExcluir